A verdade é que a vida é uma bagunça

A verdade é que a vida é uma bagunça

A sociedade em que vivemos é fundada em regras que nos ferem. Ela está estruturada de uma forma que não nos permite a satisfação.

Todos os dias nos obriga a condenar nossa alma para ganhar mais e mais, a fim de comprar itens que não atendem as nossas necessidades primárias.

Da mesma forma, estamos imersos em compromissos que não podemos realizar. E criamos expectativas para o futuro como se fôssemos imortais e como se tivéssemos tempo infinito disponível.

Eu trabalhei com gestão do tempo sem perceber a importância do minimalismo neste domínio específico. Na sociedade da informação ocorre a sobrecarga, onde o minimalismo se tornou uma ferramenta de sobrevivência.

Quando você ouve a palavra minimalismo a primeira coisa que vem à mente é “algo menor.” Mas está errado: caso contrário, teríamos que chamar de “menomalismo”.

Sim, ok, o ponto de partida do minimalismo é ter menos. Mas não é o ponto de chegada.

Aplicar o minimalismo em sua vida significa colocar o foco no que é importante. Remover distrações. Foco sobre o que produz sentido.

Isso é como eu defino o meu conceito de vida intencionalmente: passar o tempo que me resta em atividades que fazem minha vida significativa.

Quando você tira o supérfluo, você fica com mais dinheiro e energia para investir no que faz a diferença.

Como se tornar minimalista na vida

Por algum tempo eu tenho ido por esse caminho a que chamo de minimalismo existencial. Estou eliminando distrações na minha vida para me concentrar nas coisas que dão sentido.

Para chegar a este ponto de partida uma análise completa foi necessária, me coloquei diante de perguntas difíceis para descobrir quem eu era.

Estou aplicando minimalismo em diferentes áreas da minha vida:

  • Posse de objetos físicos;
  • Roupas que uso;
  • Apps em meus dispositivos;
  • Atividades a que me dedico;
  • Notícias que leio;
  • Descanso;
  • Alimentos que como;
  • Pessoas com quem interajo…

Eu quero lhe assegurar: minha vida não é perfeita. Obriguei-me a nunca escrever “Estou tentando”, porque uma das minhas escolhas padrão nunca está em tentando. Ou eu faço algo, ou não, de acordo com o ensinamento do Mestre Yoda.

Fazer ou não fazer. Não há nenhuma tentativa.

Isso não significa que sempre será bem-sucedido: muitas vezes as coisas não saem como imaginei. Mas chegando ao final de qualquer maneira. Independentemente.

O fracasso é como atingir a última página. Caso contrário, é uma reviravolta na história.

E este é o minimalismo: dedicação ao essencial.

Obtenha o E-book: Potencial de uma vida Minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Obrigado por se inscrever. Te enviamos um e-mail para baixar o e-book.

Algo deu errado.

Aproveite mais conteúdo

Bruno de Souza

Meu objetivo é te ajudar a viver mais com menos. Malabarista por diversão e violinista aprendiz.

Obtenha o E-book: Potencial de uma vida Minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Obrigado por se inscrever. Te enviamos um e-mail para baixar o e-book.

Algo deu errado.