Como se libertar dos apegos

Como se libertar dos apegos

Adoro a simplicidade. A ideia de minimalismo também é fascinante. A complexidade da vida moderna só aumenta o contraste entre um caminho de simplicidade e um caminho de complexidade e desordem.

Como se libertar dos apegos

Na vida das abelhas, encontramos uma ótima lição. Em geral, o homem constrói para si mesmo, ele pensa sobre o valor da propriedade, ele quer obter mais bens, ele sofre e luta contra a iminência de perder o que ele lutou para conseguir.

Prisioneiro em um plano denso, perde oportunidades de experiências superiores.

As abelhas, em vez disso, fazem seus alimentos sem destruir nada, e doam a maior parte disso. A lição das abelhas é em seu espírito de doação.

Em um estranho ato de desapego, abandonam o que demoram à construir em uma vida. Simplesmente o soltam sem se preocupar com o destino que terão.

Podemos dizer que o apego é um estado emocional de apego compulsivo a uma determinada coisa ou pessoa, originada pela crença de que, sem essa coisa ou pessoa, não é possível ser feliz.

Sua mente diz:

  • você não pode ser feliz se você não tem isso ou algo assim, ou se essa pessoa não estiver contigo.
  • Você não pode ser feliz se essa pessoa não o ama. Você não pode ser feliz se você não tem um emprego seguro.
  • Você não pode ser feliz se você não dá segurança ao seu futuro. Você não pode ser feliz se você estiver sozinho. Você não pode ser feliz se você não tem um corpo elegante.

Quantos mais “Você não pode ser feliz se …” você experimenta (se não for uma coisa, é por outra) mais você acredita que não pode ser feliz. Isso é tudo falso!

Todas as coisas para as quais você se apega, e sem as quais você está convencido de que não pode ser feliz, são simplesmente seus motivos de angústia.

Se queremos ser livres, se queremos parar de sofrer pelo que temos ou pelo que não temos, devemos ter um único desejo: Transformar-nos, desprogramar-nos, liberar os laços.

Qual é a sua programação? Isso é o que você carrega em sua mente, que foi formando e acumulando os dados recebidos: sua cultura, suas ideias, suas crenças, seus medos, seus atributos, seus hábitos.

O exercício é ter em mente que nada e ninguém nos pertence, que não chegamos ao mundo para possuir coisas ou pessoas e que devemos deixar ir.

O sofrimento vem quando nos apegamos a algo ou a alguém.

O apego danifica o que deve ser claro: por trás de uma suposta perda esconde o ensino de que algo novo e melhor para nosso crescimento está chegando.

Se não abandonarmos o velho, como pode haver espaço para o novo?

Gostaria de lhe perguntar… em que você está preso, o que você tem medo de perder? Pessoas que você não ama ou não te amam, laços que te machucam, o que você ainda prefere manter?

Felicidade e infelicidade dependem de como lidamos com eventos, não a natureza dos próprios eventos.

É o apego às coisas que lhe dão felicidade que o faz sofrer. Você não deve se unir a nada ou a qualquer pessoa, nem a sua mãe, porque o apego é medo, e o medo é um impedimento para o amor.

Como ganhar a batalha do apego

Revise todos os seus apegos, e diga a cada pessoa ou objeto que vem à mente: “Eu realmente não estou apegado a você. Estou apenas me enganando, acreditando que sem você eu não posso ser feliz”.

Basta fazer isso com toda a honestidade, e você verá a mudança acontecendo em você: na verdade, não estou realmente apegado a você. Estou apenas me enganando acreditando que sem você não posso ser feliz.”.

E então, tudo o que você tem a fazer é ver, mas ver realmente, a seguinte verdade:

Você está preso a uma falsa crença, ou seja, que sem nada ou uma pessoa particular você não pode ser feliz.

Examine seus apegos um a um e você verá a falsidade de tal crença.

A verdadeira simplicidade precisa estar na mente e no coração, não em um ambiente externo.

Obtenha o E-book: Potencial de uma vida Minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Obrigado por se inscrever. Te enviamos um e-mail para baixar o e-book.

Algo deu errado.

Aproveite mais conteúdo

Bruno de Souza

Meu objetivo é te ajudar a viver mais com menos. Malabarista por diversão e violinista aprendiz.

Obtenha o E-book: Potencial de uma vida Minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Obrigado por se inscrever. Te enviamos um e-mail para baixar o e-book.

Algo deu errado.