resolucoes

Em: Minimalismo

Grandes resoluções ou pequenas resoluções?

Chegamos ao último trimestre do ano.

É isso mesmo! O ano já está praticamente terminando. Está chegando o momento da tão temida resolução de final de ano.

anonovo

Seiiti Arata, da Arata Academy tem um vídeo que trata deste assunto de forma prática e brinca que no começo do ano vários de seus amigos(as) postam nas redes sociais fotos suados, correndo, pedalando, etc.

Porém, cerca de 80% dessas resoluções já estarão “abandonadas” antes do final de Fevereiro.

A pergunta é: Porque falhamos em nossas resoluções? Por que em Fevereiro ou Março, aquela vontade de ficar em forma já passou? Acordamos e ficamos esparramados no sofá sem força de vontade para continuar com todas aquelas resoluções e determinações que escrevemos na agenda na virada do ano.

Paciência, disciplina e dedicação são fatores para melhorar nosso sucesso em nossas resoluções.

Força de vontade tem pouco haver com isso. Até por que a força de vontade é um ‘recurso limitado’. Pesquisadores descobriram através de alguns experimentos que pessoas forçadas a tomarem mais decisões que outras, têm este recurso esgotado ao final do dia.

Os achados presentes sugerem que autorregulação, iniciativa e escolhas penosas alimentam-se do mesmo recurso psicológico. Tomar decisões exaure esse recurso, enfraquecendo a subsequente capacidade de autocontrole e iniciativa.

Resumindo, como lemos no livro Pequenas Atitudes, Grandes Mudanças: “(…) quanto maior o nível de tomada de decisões exigido por sua resolução, menos determinação você terá para cumpri-la”.

O que fazer então??

A solução é simples, mas exigirá de você paciência, disciplina e dedicação.

Ao criarmos nossas resoluções geralmente escrevemos:

  • Ficar em forma e perder 15 kg.
  • Ganhar R$ 10.000,00 por mês.
  • Parar de brigar com meus parentes.
  • Vou parar de fumar.
  • Vou abrir minha empresa e pedir demissão.

A lista é grande. Mas a questão é: Como transformar isso em realidade?

Divida a tarefa em microrresoluções.

Microrresoluções?! Mas que o que é isso?

Ao invés de dizer: Ficar em forma e perder 15kg. Escreva uma microrresolução que diga, por exemplo:

  • Vou parar de comer doces à tarde.
  • Vou caminhando para o trabalho duas vezes na semana.
  • Jantarei apenas coisas saudáveis.
  • Farei 10 abdominais por dia, em qualquer horário disponível.
  • Vou parar de tomar refrigerantes.

A microrresolução cria ciclo positivo de realização que lhe ajudará no próximo passo em direção a meta maior: ficar em forma e perder 15kg.

Trabalhando em um nível micro você chegará ao macro de forma mais suave e sem mexer tanto com sua força de vontade (que é um recurso limitado). Porém a autora do livro nos dá uma advertência:

Limite o comprometimento ao que você tem certeza de que pode cumprir – não existe crédito parcial (nem valor) numa microrresolução cumprida pela metade. (…) Parte da mágica da microrresolução é que você acaba procurando soluções, e não pretextos.

Buscar a satisfação em realizar as coisas que nos propomos, mesmo que sejam pequenas, interrompe o “ciclo da derrota” e nos dá força para continuarmos promovendo as pequenas mudanças que nos levarão a meta maior.

Do micro vamos ao macro!

Que venha o ano novo!

Aprenda a gerir sua finanças com Minimalismo Financeiro

Ebook: Potencial de uma vida minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Ebook

Te enviaremos um e-mail de confirmação.