minimal life

Em: Minimalismo

Quando não entendemos o minimalismo

O conceito simplificar a vida ou minimalismo muitas vezes gera confusão ao interpretar a sua razão de existência.

Eu mesmo não tinha certeza do que era um estilo de vida minimalista alguns anos atrás.

Minha tendência, assim como muitos outros, foi relacionada à levar uma vida simples para se tornar uma espécie de monge ou viver em harmonia com a natureza, utilizando os recursos que ela oferece e se afastar da nossa sociedade consumista.

Mas eu estava errado.

Um estilo de vida minimalista representa, entre outras coisas, uma gestão eficiente de seu tempo e dinheiro.

Dar uma utilização otimizada de ambos os recursos e levá-los em conta na tomada de decisões que afetam a nossa vida presente e futura.

Assim, evitando a tentação de gastar dinheiro comprando coisas que não precisa, para impressionar pessoas que não se preocupam com você.

A definição de estilo de vida minimalista que se encaixa perfeitamente com este que eu estou dizendo é de Francine Jay, autor de The Joy of Less .

“Um estilo de vida minimalista envolve estar consciente do que temos, o que comprar e como nós investimos nosso tempo.”

Todas as pessoas que conheci e já adotaram um estilo de vida minimalista concordam que a sua felicidade foi afetada positivamente a partir do momento que decidiram agir.

Vivemos em uma sociedade que nos convida a consumir. A comprar compulsivamente sem receber uma explicação lógica para isso.

Bem, sim, o raciocínio de uma felicidade que tende a durar pouco. Bem como o tempo que leva para se cansar desse novo jogo ou ficar entediado depois de ter vestido uma roupa.

Para ser minimalista não existe regra. Não existem 10 passos que farão você se livrar de tudo o que é desnecessário da sua vida. Até porque, cabe a cada um saber o que é importante para si mesmo.

Esta mudança está diretamente ligada ao que cada um entende como felicidade.

Por isso, não está errado querer ter um carro confortável, roupas bacanas ou uma bela casa se essas coisas são importantes para você e fazem a sua vida feliz.

O problema está no significado real que essas coisas têm nas nossas vidas e no sacrifício que as vezes fazemos para possuí-las sem perceber o quanto elas arruínam nosso bem-estar, nossos relacionamentos e até mesmo nossa saúde.

Quero saber a sua opinião. Você concorda que o minimalismo pode ser um dos caminhos para ter uma vida mais feliz?

Aprenda a gerir sua finanças com Minimalismo Financeiro

Ebook: Potencial de uma vida minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Ebook

Te enviaremos um e-mail de confirmação.