O que deu errado este ano? Qual a sua desculpa?

O que deu errado este ano? Qual a sua desculpa?

Como estão os seus planos para fechar o ano, para terminar tudo o que ficou pendente, para planejar o ano novo no prazo e começar com uma visão clara do que você quer alcançar?

Qual é a sua desculpa para esta lista sobrecarregada de tarefas?

Como você justifica o seu desejo de adicionar um mês adicional (poderíamos chamá-lo … Trezembro?) Para “pegar” e deixar para trás esse sentimento de estresse perpétuo?

E como essa desculpa influenciará seu planejamento para o novo ano?

Necessidades dos outros: a dificuldade de dizer “não”

Para o ano novo, seu desafio será aprender a cuidar do seu tempo. Seu dia também é finito, assim como o dia dos outros.

Se você não puder ou não quiser se envolver em mais atividades, pratique dizer não – no momento ou adiar a decisão (eu lhe direi algo amanhã) para poder avaliar se você é realmente capaz de aceitar mais responsabilidades no seu dia-a-dia.

Lembre-se, seu tempo é um recurso que você nunca pode recuperar.

Imprevisto no dia a dia: o problema das previsões

Curiosamente, todo dia acontece algo inesperado. É tão imprevisível que, na realidade, é mais desconhecido do que um acontecimento imprevisto.

Algo vai acontecer hoje, mesmo que você ainda não saiba o que será. Sua tarefa para o novo ano é aprender a incluir falhas em sua agenda: na medida do possível, defina os objetivos em vez dos horários exatos e, se tiver compromissos, certifique-se de incluir espaço suficiente em uma e outra atividade – prevendo esses eventos imprevistos.

Interrupções nativas: a tentação de “fazer outra coisa”

Seria mais fácil culpar os outros, mas essas interrupções auto impostas são só suas e suas.

A grande vantagem é que está nas suas mãos separá-las da sua vida, mesmo às vezes.

Você não precisa depender da sua força de vontade: você pode mudar seu ambiente, aproveitar a tecnologia ou pedir alguém para ajudá-lo a se concentrar.

Se você conseguir definir o problema e nomear as fontes de interrupção, verá que encontrará uma solução. Se você quiser.

Falta de energia: entre cuidados pessoais e procrastinação

Para este novo ano, seu desafio será definir suas prioridades – e dar-lhes uma agenda: seu corpo (e sua mente) são as ferramentas básicas para o seu dia-a-dia.

Qual a sua desculpa? E como você vai tratá-la no novo ano que está por vir?

Classifique este post

Aproveite mais conteúdo

Bruno de Souza

Meu objetivo é te ajudar a viver mais com menos. Malabarista por diversão e violinista aprendiz. - Siga no Instagram

Ebook: Potencial de uma vida minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Te enviaremos um e-mail de confirmação.