O minimalismo ajuda você a ser autossuficiente

O minimalismo ajuda você a ser autossuficiente

Quando você começa uma jornada, há duas perguntas que você deve se fazer:

  1. Onde eu vou?
  2. Eu posso chegar lá?

A pergunta #1 geralmente é bastante óbvia, embora às vezes seja possível que nem sempre tenhamos um destino em mente. Mas a outra questão que é tipicamente muito mais profunda e às vezes inclui muitas camadas dentro da resposta.

Penso que posso chegar lá?

Essa é uma questão que só pode ser respondida por você, mas antes de tentar, há duas perguntas mais para se fazer:

  1. Tenho as ferramentas para chegar lá?

E mais importante …

  1. Eu sou capaz (ou digno) de suportar a jornada?

Você pode ter todas as ferramentas necessárias que precisa, mas se você não acreditar em si mesmo, você pode ter uma dificuldade muito grande para chegar onde você quer estar.

Aqui está algumas coisas muito importantes para você se lembrar:

1. Assuma a responsabilidade.

Comece a assumir responsabilidade por sua vida e pelas coisas que existem nela. Se você confia em sua mãe para acordá-lo todas as manhãs para não chegar atrasado à aula, é hora de fazer amizade com o despertador.

Comece a usar um calendário para acompanhar seus compromissos e datas importantes.

Quando você perceber que sua casa ou quarto está bagunçado, limpe-o. Não culpe seu professor ou seu chefe se você não estiver indo bem em uma aula ou no trabalho.

Se cometer um erro, adote-o e tente consertá-lo em vez de imediatamente ir chorar para mamãe ou papai para que eles possam consertá-lo para você.

Eu serei honesto com você.

Assumir a responsabilidade por sua vida não é tão divertido assim. Requer fazer coisas que são muitas vezes chatas, tediosas, frustrantes e demoradas.

Você vai sentir o peso de uma decisão difícil e aceitar as consequências, mesmo que elas não sejam favoráveis ​​a você. Você muitas vezes não é elogiado e não recompensado por ser responsável.

Mas assumir responsabilidade por sua vida é satisfatório. Você ganhará uma confiança tranquila em si mesmo ao assumir o controle de sua própria vida.

2. Equilibrando a autossuficiência.

 Aprender a ser autossuficiente leva tempo; você não é magicamente transformado em sábio, totalmente autônomo, no momento em que completa 18 anos.

Em vez disso, a autoconfiança é algo que você desenvolve em etapas à medida que envelhece, aprende com a experiência e se torna cada vez mais independente.

3. Sua jornada para uma vida minimalista é sua.

Trata-se de projetar uma vida perfeita para você. Trata-se de criar um modo de vida que você deseja experimentar e com quem deseja estar cercado.

Para avançar com seus planos para projetar uma vida simples, você precisa da confiança de saber que vale a pena – que a jornada vale a pena.

Nos próximos dias, iremos abordar os princípios básicos para começar. Onde você começa? Como você faz um plano? Isso realmente funciona? Dica: sim, funciona.

Gostou deste conteúdo?

Conheça o projeto Minimus Experience!