Minimalismo: Aprenda a viver com o que é necessário

Minimalismo: Aprenda a viver com o que é necessário

Mais do que uma cultura, moda, tributação, ser minimalista é um estilo de vida, o minimalismo lhe dá a oportunidade de ter o que você realmente precisa e se concentrar no que é importante e fazer mudanças substanciais e positivas em sua vida.

Para muitos, o “label” é importante, ser minimalista, mas essencialmente é algo muito mais pessoal do que qualquer outra coisa, é aprender a viver com o que é necessário, se livrar de coisas que desordenam o espaço.

Aprender a deixar ir o que não é necessário é um processo pessoal e muito interessante que requer um pouco de prática, mas não é tão difícil quanto você pensa.

Durante nossa vida somo bombardeados por diversos eventos, acumulamos memórias de eventos, lugares e coisas que nos dão muitas coisas que não têm utilidade prática, às vezes até decorativas.

Existem dois tipos de itens que você precisa: O que você ocupa, pelo menos uma vez por semana face a suas atividades diárias, ou seja, estar presente em todos os momentos da sua vida, o outro é: use algo pelo menos uma vez a cada seis meses quando você assistir a um evento importante ou em algum lugar onde ele é usado.

Além disso, tudo o que você tem, mas você não usa regularmente deve passar por uma inspeção analítica forte da sua parte, a menos que seja algo muito significativo para você, tão significativo que cada semana você passe um minuto a valorizar aquilo que só encheu de poeira e que seja provável que vá para fora de sua vida.

E como fazê-lo? Bem, existem lembranças da viagem há 20 anos, os livros antigos, livros que você disse que iria ler, revistas, tudo o que tem guardado por tanto tempo, simplesmente jogue-os fora ou melhor os doe, nada vai acontecer, de fato, o mundo não vai parar de se mover.

Não pense que você vai se arrepender por algumas horas, nada acontece, seu cérebro não pode perder algo que você não precisa. Uma técnica especial é juntar tudo o que você tem e começar a separar o que só ocupa tempo e espaço.

Bens materiais que se acumulam em nossas vidas realmente não têm uma função especial, perceba que para ter a sua casa em ordem é mais fácil se você só tiver o que realmente precisa.

Minha análise realista hoje é: não “Etiqueta” de qualquer forma, só aja em conformidade para uma vida melhor com base no que você realmente precisa. 

É mais fácil controlar o mínimo do tentar encontrar alguma coisa. Aprender a viver com o que é necessário, não é tão difícil como isso parece.

Obtenha o E-book: Potencial de uma vida Minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Obrigado por se inscrever. Te enviamos um e-mail para baixar o e-book.

Algo deu errado.

Aproveite mais conteúdo

Bruno de Souza

Meu objetivo é te ajudar a viver mais com menos. Malabarista por diversão e violinista aprendiz.