Minimus Life
Início » Minimalismo » O minimalismo não é uma meta

O minimalismo não é uma meta

O minimalismo não é uma meta

Você não é minimalista quando se livra dos seus excessos, o nome disse é limpar a bagunça. E você não é minimalista quando você tem a quantidade mínima de pertences.

Você é minimalista quando sua maneira de ver o mundo e sua vida mudam. Quando você compreende que há uma forma melhor de viver: mais simples, com mais liberdade, mais amor, mais calma, menos apegos, menos consumo e menos distrações.

Uma vez que você analisa todos os aspectos da sua vida e resolve fazer as mudanças necessárias, você começa o processo, um processo que ao meu ver é um aprendizado contínuo, nunca termina.

Você pode mudar pouco a pouco, você pode começar por onde você se sente mais confortável, você pode cometer erros, você pode parar, você pode seguir no seu próprio ritmo.

Comece e vá devagar. Lembre-se de que não há um destino para alcançar. Não é uma competição. É sua vida, seu minimalismo e sua própria forma de viver.

O minimalismo não é vivido do lado de fora, mas de dentro para fora.

Bruno de Souza

Meu objetivo é te ajudar a viver mais com menos. Malabarista por diversão e pagador de boletos nas horas vagas.

Deixar um comentário

JUNTE-SE A MAIS DE 50.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade


  • Ajude o Minimus Life Picapay

eBook: 31 dias para uma vida miminalista

O ebook 31 dias é projetado para que você possa dar pequenos passos a cada semana sem ficar sobrecarregado.

Seus dados estão seguros.