O minimalismo é realmente uma meditação

O minimalismo é realmente uma meditação

Antes de ler isso, quero deixar claro que não sou especialista em meditação. Na verdade, talvez eu saiba menos do que você sobre esse tópico.

No entanto, apesar de ter conhecimento limitado sobre a meditação, ainda acredito que isso pode nos ajudar na nossa jornada em direção ao minimalismo.

Eu percebi que o minimalismo não é apenas uma maneira de criar tempo e espaço para a meditação. O minimalismo é realmente uma meditação em si mesmo.

Todas as dificuldades do homem são causadas por sua incapacidade de se sentar, silenciosamente, em uma sala sozinho. – Blaise Pascal

Meditação e minimalismo

A meditação ajudará a ganhar uma nova perspectiva sobre a vida. Você sentirá uma espécie de paz interior e encontrará tranquilidade enquanto medita.

O minimalismo e a meditação têm um relacionamento circular. Cada um criando condições para facilitar o outro.

Ao abraçar o minimalismo, possuir menos e simplificar, criamos tempo e espaço para nos tornar mais conscientes. Permitindo-nos estar presente no momento.

A vida que vale a pena viver é uma centrada nas paixões e nos valores que mais nos estimamos. E é por isso que a solidão e a meditação são importantes.

Ao estar mais consciente e presente, nos tornamos mais intencionais sobre o que ocupa nosso tempo e espaço.

Tanto o minimalismo como a meditação se encorajam, se apoiam e se inspiram mutuamente no desenvolvimento da vida. Eles ensinam e promovem a ideia de abandonar os apegos.

A meditação ensina e incentiva a permanecer presente e a notar nossos pensamentos e emoções para nos focarmos apenas nos essenciais.

O minimalismo foca em não nos apegarmos as coisas materiais. Com o minimalismo, você observa e presta muita atenção aos itens presentes no seu espaço.

Percebendo o valor que eles adicionam à sua vida, sem se tornar apegado a essas coisas. Você se torna disposto a soltar qualquer coisa que não lhe sirva mais e que não agrega valor à sua vida.

Concentre-se no presente

Um aspecto importante da meditação é ficar presente e se concentrar em viver no momento.

O minimalismo nos incentiva a manter apenas as coisas que usamos ou amamos. Não se segurando em coisas do nosso passado.

E também não manter as coisas para usar “apenas no caso” ou para “algum dia” no futuro. Em vez disso, mantendo apenas as coisas que usamos e amamos em nossas vidas agora, no momento presente.

O minimalismo desloca nosso foco para o momento presente. Identificamos o que precisamos e queremos em nossas casas e nossas vidas HOJE.

Do mesmo jeito, a meditação se concentra em viver no momento. Tanto o minimalismo como a meditação são processos e jornadas, sempre mudando e evoluindo à medida que sua vida muda e evolui.

A sua versão do minimalismo e da meditação hoje pode ser diferente da forma como era no passado, ou como será no próximo ano.

O minimalismo cria tempo e espaço para meditação. E, em seguida, a meditação, por sua vez, ajuda a nos mover para uma mentalidade que abraça e encoraja o minimalismo.

Obtenha o E-book: Potencial de uma vida Minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Obrigado por se inscrever. Te enviamos um e-mail para baixar o e-book.

Algo deu errado.

Mais lidos no Minimus Life

Bruno de Souza

Meu objetivo é te ajudar a viver mais com menos. Siga me:

Obtenha o E-book: Potencial de uma vida Minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Obrigado por se inscrever. Te enviamos um e-mail para baixar o e-book.

Algo deu errado.