Como o minimalismo se encaixa com a abundância?

Simplicidade e abundância são duas palavras muito populares no mundo do desenvolvimento pessoal – um fato curioso, considerando que são palavras quase opostas. 

Simplicidade é expressa em coisas simples. Como minimalista, é fácil para mim me identificar com esse conceito: gosto de simplificar as coisas, concentrar-me apenas no que é necessário e me livrar do supérfluo

A simplicidade me permite o foco necessário para dar o melhor de mim.

Abundância, por sua vez, refere-se a grandes quantidades. Está conectado com os conceitos de prosperidade e riqueza, de modo que poderia ser reinterpretado para se encaixar na ideia de simplicidade. 

No entanto, por enquanto, quero entendê-lo como ele é: a abundância é expressa na existência de (muito) mais do que o estritamente necessário – circunstâncias que podem gerar estresse ou criatividade, dependendo da pessoa envolvida e da situação.

Simplicidade e abundância no dia a dia

O desejo de simplicidade e a busca da abundância podem coexistir perfeitamente dentro da mesma pessoa. 

Eu gosto de ter o mínimo de distrações quando quero me concentrar na minha escrita, mas na hora de escrever um cartão postal eu prefiro a abundância de uma caixa cheia de cartões acumulados por meses e anos. 

Claro, a caixa tem que ter uma tampa para poder fechá-la no momento em que faço outra coisa.

É muito provável que você também tenha tendências diferentes que mudam de acordo com a atividade do momento. 

Talvez você goste da abundância de ingredientes e opções na cozinha, enquanto prefere a simplicidade de um número definido de peças em seu guarda-roupa.

Você se lembra da definição de minimalismoMinimalismo é uma ferramenta que permite extrair o supérfluo de sua vida para se concentrar no que é mais importante para você. 

Isso significa que tudo ao seu redor tem sua razão de ser e foi selecionado conscientemente por sua utilidade ou beleza. Tudo o que o rodeia agrega valor ao seu dia a dia.

Em que áreas você precisa de simplicidade? E a abundância?

Gostou deste conteúdo?

Conheça o projeto Minimus Experience!