A mentalidade por trás da bagunça

A mentalidade por trás da bagunça

Se você quer se livrar da bagunça, você precisa entender o por quê. Analisar as razões por trás é a chave para se livrar da desordem.

Você deixa coisas em toda parte? Não consegue manter um ambiente limpo e organizado? Já se perguntou por quê? Há realmente uma mentalidade atrás da desordem?

O primeiro passo para reduzir sua desordem é analisar essa mentalidade. O medo é a razão principal por trás da desordem.

Se quiser matar sua bagunça, precisa descobrir o que teme.

Aqui estão as razões mais comuns para a desordem:

1. Medo da mudança:

A desordem é uma forma de exteriorizar o desejo de que as coisas permaneçam como estão. As pessoas se sentem confortáveis em seu ambiente conhecido, mesmo que desorganizado (pode acreditar!).

Limpar esses ambientes representa mudança. A mudança é assustadora porque significa desistir de um elemento de controle.

2. O medo da perda:

Quantas coisas você mantém porque acha que pode precisar algum dia? Você não usou alguma coisa há anos, mas ainda se apega a ela?

E se um dia você perder o seu emprego e ficar sem dinheiro, conseguirá se livrar dessas coisas desnecessárias, para quem sabe, fazer um dinheirinho?

O medo de perder o que já temos pode manter-nos apegados ainda mais às coisas que não precisamos.

3. A culpa de deixar ir:

Este é grande. Nós muitas vezes seguramos as coisas porque foram dadas a nós por um membro da família ou um amigo. Mantemos pela importância representativa que possuem.

Não podemos nos separar de coisas que enxergamos como valiosas com base em uma conexão emocional. Essa culpa continua nos corroendo quando tentamos deixar ir.

Agora que estudamos a mentalidade por trás da desordem, é hora de fazer algumas perguntas difíceis:

Por que eu mantenho ou compro coisas que eu não preciso?

Seja honesto. É um dos medos que mencionei, ou é algo mais? Ao identificar a razão por trás de seu comportamento, você pode começar a mudá-lo.

O que está me impedindo de deixar as coisas acontecerem? Não basta arranhar a superfície aqui. Vá fundo. Tem medo de dar as coisas que lhe foram dadas?

É sobre o dinheiro que você gastou com os itens? Se não está sendo usado, realmente não tem valor para você.

Como posso começar a mudar minha mentalidade? Tente escrever algumas formas que podem te impulsionar a pensar de outra forma.

Muitas vezes, a melhor maneira de mudar uma mentalidade, não é mudá-la por completo, e sim substituí-la gradativamente por algo diferente.

Você precisa descobrir a sua forma de sair desse comodismo que é a desordem. Comece por determinar qual é a sua questão pessoal. O que te impede de se livrar da bagunça? Questione-se!

Obtenha o E-book: Potencial de uma vida Minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Obrigado por se inscrever. Te enviamos um e-mail para baixar o e-book.

Algo deu errado.

Aproveite mais conteúdo

Bruno de Souza

Meu objetivo é te ajudar a viver mais com menos. Malabarista por diversão e violinista aprendiz.