Pare de procurar as “melhores práticas” de minimalismo

Pare de procurar as "melhores práticas" de minimalismo

Quando você começa a pesquisar e a estudar sobre minimalismo, você lê todos os blogs, entra em vários grupos no Facebook, segue perfis no Instagram com o intuito de aprender todas as “melhores práticas”, absorvendo cada palavra e devorando cada centelha de inspiração.

O grande problema desse ânimo repentino é que depois de um tempo, ele gera um pouco de descontentamento, além de começar a comparação com as tantas histórias lidas.

A comparação gera descontentamento, e isso começar a afetar sua vida, porque vai corroendo a vida simples e começa a frustração da comparação.

Algo que quero compartilhar com você é: se afasta de todas as leituras sobre as “melhores práticas” e comece a buscar sua própria identidade.

Cada um de nós é único e cada pessoa faz sua jornada ao minimalismo no seu próprio tempo.

Se você começou a todo vapor e começou a ficar triste com as “melhores práticas”, sugiro avaliar os tópicos abaixo:

1. Minimalismo não é um concurso

Não há a “policia minimalista” que, de repente aparecerá para te repreender com uma prancheta na mão, avaliando todos os itens que você tem em casa.

Você não vai ganhar uma medalha se possuir menos coisas ou se doou mais, o fato é não há nenhuma referência válida de como se tornar um minimalista autêntico.

Você precisa encontrar a paz e não viver se baseando na opinião dos outros, que, na maioria das vezes são de pessoas que se dizem “tolerantes”.

2. Nem tudo é igual para todos

Essa é parte que eu mais gosto, faça o que funciona para você.

“Bruno, eu tenho muitos livros e não quero me desfazer deles, o que faço? ”

É simples, não se livre deles, se os livros são essenciais e não te atrapalham em nada, fique com eles.

Minimalismo não é privação, minimalismo é focar no essencial, no que te faz feliz.

Não existe um “tamanho único” para minimizar a vida.

É tudo sobre encontrar um equilíbrio e implementar apenas o que é benéfico para sua vida.

3. Seu propósito precisa ser verdadeiro

Sempre gosto de falar que precisamos dar passos de bebê, você não fará uma transformação na sua vida de um dia para o outro.

Porém, você precisa acreditar que isso é possível e seguir a jornada, você terá vontade de desistir, eu também tive, mas continuei.

Sempre gosto de dizer que o minimalismo é igual a malabarismo, a única certeza sobre aprender malabarismo é que a bola sempre vai cair, no minimalismo sempre surgirá uma nova dúvida.

Se livre de conselhos que não se ajustam às suas circunstâncias e relaxe na paz que vem de permanecer fiel ao que você sabe que é melhor para você.

Obtenha o E-book: Potencial de uma vida Minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Obrigado por se inscrever. Te enviamos um e-mail para baixar o e-book.

Algo deu errado.

Aproveite mais conteúdo

Bruno de Souza

Meu objetivo é te ajudar a viver mais com menos. Malabarista por diversão e violinista aprendiz.