Qual é a melhor maneira de começar a destralhar?

Qual é a melhor maneira de começar a destralhar?

Um “projeto” é o que você quer fazer. Uma “ação seguinte” (item de tarefa) é o que é necessário para que o projeto aconteça. Seja específico e claro ao definir as próximas ações.

Se você está olhando para algo que você está ligado (figurativamente, não literalmente, valor sentimental) e não pode decidir se você quer se livrar dele, o coloque em uma caixa e marque em seu calendário um lembrete de tempo que você vai ficar sem usar ou precisar daquilo.

Se você ainda quiser, talvez seja um sinal de que deseja mantê-lo. Se você não fizer isso, doe, recicle, lixo.

Depois de passar por tudo, sempre que algo novo entrar em sua vida, coloque-o em sua “caixa de entrada” e o processe quando tiver tempo.

Idealmente, você deve fazer isso todas as semanas, mas é difícil de fazer. Você encontrará um sistema que funciona para você.

O que você não quer fazer é ficar enterrado em uma montanha de “coisas”. Isso tende a criar estresse e desperdiçar tempo.

Esteja ciente que este processo pode levar muito tempo, e você pode não querer começar a destralhar todas as suas coisas.

Talvez comece com uma pilha de coisas, ou um quarto, etc, até que tudo tenha sido processado e você decida o que você quer fazer com ele.

Também esteja ciente de que mesmo as pessoas que praticam este sistema regularmente tendem a “cair” e tornar-se desorganizadas.

Não se esgote tentando limpar tudo de uma vez, você não vai chegar a perfeição nunca, e quando digo nunca, é nunca mesmo.

Você pode seguir a estratégia que funciona melhor para você. Você pode classificar uma gaveta ou secção de cada vez.

Você pode criar uma lista com 10 coisas para cada dia ou semana. Você pode definir um timer, trabalhar por 15 minutos e, em seguida, fazer uma pausa ou voltar outro dia.

Ou você pode tentar trabalhar com todos de um determinado tipo de item (por exemplo, casacos) ao mesmo tempo.

Tenho o praticado a bastante tempo e ainda sou desgorganizado. Mas estou ficando melhor. Pelo menos quando você entende o sistema, você sabe o que fazer para melhorar as coisas e descobrir por que você pode estar caindo do vagão.

O benefício de fazer isso é que quando você sabe que a maioria das coisas em sua vida é cuidada, você pode se concentrar mais plenamente em sua experiência do momento presente sem ter que se preocupar se você tem X coisa, ou se há um projeto ou uma tarefa importante que você deve fazer.

Há muitas perguntas que você pode fazer sobre qualquer item. Um deles é: “Eu usei isso nos últimos seis ou doze meses?”

Isso funciona para algumas coisas, como roupas. Mas espero que você não tenha tido a oportunidade de usar seu extintor de incêndio! haha

O ponto é, você ainda tem que usar o julgamento. Aqui estão algumas perguntas a serem consideradas:

  • Eu amo este item? Isso traz alegria?
  • Eu daria este item a um amigo que precisa?
  • Para coisas de valor sentimental, seria suficiente manter uma foto?
  • Quão difícil seria substitiuir este item? Eu me importaria se ele quebrou?
  • Esta coisa ainda está em condições utilizáveis?

Isso resulta em “uma mente como a água”, o que significa que sua mente é como uma lagoa imóvel, pronta para responder ao que surge na vida e permite que você se concentre nas coisas importantes.

Obtenha o E-book: Potencial de uma vida Minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Obrigado por se inscrever. Te enviamos um e-mail para baixar o e-book.

Algo deu errado.

Aproveite mais conteúdo

Bruno de Souza

Meu objetivo é te ajudar a viver mais com menos. Malabarista por diversão e violinista aprendiz.

Obtenha o E-book: Potencial de uma vida Minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Obrigado por se inscrever. Te enviamos um e-mail para baixar o e-book.

Algo deu errado.