Maximizar o minimalismo

Existem muitas maneiras de ser minimalista. E cada tipo pode agregar muito valor à sua vida.

Você pode ser um “minimalista de coisas” e tentar sobreviver com menos coisas.

Você pode ser um “minimalista de ciclo aberto” e tentar sobreviver com menos pensamentos em sua mente.

Você pode ser um “minimalista de despesas” e tentar ganhar menos dinheiro.

Você pode ser uma “minimalista de decisão” e tentar tomar menos decisões a cada dia – especialmente decisões sobre coisas fora de sua área de especialização ou esforços criativos básicos.

Você pode ser uma “minimalista de distração” e tentar criar um ambiente para si mesmo que permita o foco máximo.

Você pode ser um “minimalista de fricção motivacional” e tentar criar um estilo de vida que se adapte melhor aos seus desejos naturais, para que possa operar com mais paixão e menos força de vontade .

Você pode ser um “ minimalista de conflito interpessoal” e tentar estabelecer novos acordos sociais com as pessoas, então há menos drama em sua vida.

Você pode ser um “minimalista de problemas” e tentar reduzir o número de etapas necessárias para fazer as coisas.

Você pode ser um “minimalista de compromisso” e reduzir o número de promessas que você faz (o que tende a reduzir o atrito motivacional e o conflito interpessoal também).

Você pode ser um “minimalista de momento desperdiçado” e tentar reduzir a quantidade de tempo gasto em coisas que não são importantes para você.

Você pode ser um “minimalista aspiracional” e se livrar de suas listas de desejos .

Você pode ser uma “minimalista de expectativa” e diminuir suas expectativas para si mesmo, o mundo natural e todos ao seu redor.

Todos esses minimalismos prometem liberdade. Podemos fazer mais, economizar mais dinheiro e pensar com mais clareza quando não temos tantas coisas, compromissos, lacunas abertas e emoções negativas percorrendo nossas vidas.

Misturando Minimalismos

Muitos desses minimalismos funcionam muito bem juntos na maior parte do tempo. Mas isso nem sempre é o caso.

De tempos em tempos, quando tentamos promover uma forma de minimalismo, frustraremos outra.

Se pensarmos nas coisas dessa maneira, ainda podemos apreciar o imenso valor de todos os diferentes tipos de minimalismo, mas podemos ser menos rígidos em relação a qualquer forma de minimalismo.

Este artigo é uma tradução de Maximizing Minimalism.

Gostou deste conteúdo?

Conheça o projeto Minimus Experience!