coisas assustadoras

Em: Minimalismo

Suas coisas são assustadoras

100 coisas, 33 peças, uma coisa a menos por dia, às vezes parece que ser minimalista é uma questão de matemática ou contabilidade.

O resultado final é sempre o mesmo: Quantas coisas você precisa para ser feliz? Quantos itens são necessários para se vestir bem? Até que ponto as metas se tornam um fardo, em vez de tornar a vida mais fácil?

assustador-coisas

O minimalismo é um processo para dar as coisas que você possui mais significado. Mais significado para você. É 100% pessoal.

A excitação de números

Os números são uma espécie de indicadores. Ajudam a mostrar o caminho, mais ou menos definido, para o seu próprio equilíbrio perfeito.

Por trás dos números você pode descobrir a emoção: a emoção de viver com menos coisas, mais espaço, menos e mais energia para focar no que importa.

Definir prioridades significa automaticamente descartar o que não é uma prioridade, e fugir das pessoas que gostam de tirar proveito. Isso não faz de você uma pessoa ruim, mas uma pessoa proativa que molda seu próprio destino.

Seu destino na vida não é limpando e arrumando as coisas que você nunca usa. Começar a limpar o caos pode ser o primeiro passo para descobrir quem você realmente é.

Experimentos para se aproximar da verdade

Os números são experimentos, eles são muletas para ajudá-lo a andar novamente. O objetivo do Projeto 333 não é limitar o resto de sua vida a 33 peças de vestuário.

Você se propõe a fazer por 3 meses para descobrir a sua própria natureza. Nenhum experimento vai te dar a resposta definitiva e nem é essa a função dele.

Talvez você perceba que 33 peças de vestuário é muito ou pouco. Pelo menos você tirou todas aquelas roupas que não se encaixam bem ou não eram usadas. E no final você pode viver com 33, 123 ou 11 peças.

Sim, os números ajudam a encontrar este equilíbrio. É muito mais fácil escolher 33 itens para reduzir o guarda-roupas. Limites permitem a liberdade, mesmo se você decidir não os respeitar conscientemente.

O problema não são as coisas, mas o excesso

Para um minimalista, o problema não são coisas. O problema são coisas em excesso. Se você quer viver com uma centena de coisas ou menos, vá em frente! Não deixe ninguém lhe dizer que é impossível.

No entanto, não se esqueça que o número não o torna melhor ou pior minimalista. O que faz você minimalista é a consciência das coisas que você tem, as coisas que você compra ou não.

Ser minimalista significa qualidade sobre a quantidade, sem cair no consumo substituto (como trocar de smartphone a cada seis meses).

Ser minimalista é estar consciente das coisas ao seu redor.

Ser minimalista significa não estar preso ao passado das coisas, como memórias que vivem em seu cérebro (e seu coração) e em uma camisa velha.

Você decide sobre seus números, afinal, tem que ser uma decisão consciente.

O minimalismo é uma maneira de limpar os lixo indesejáveis e distraídos de sua vida, dando-lhe tempo, energia e espaço para se concentrar nas coisas boas.

Aprenda a gerir sua finanças com Minimalismo Financeiro

Ebook: Potencial de uma vida minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Ebook

Te enviaremos um e-mail de confirmação.