verdades minmalismo

Em: Minimalismo

6 Verdades sobre minimalismo que me lembro

Adoro a sensação de leveza que vem de andar em uma sala organizada. Eu sou obcecado com o quão fácil é fazer as malas para viagens, lavar roupa e ir às compras com um guarda-roupa mínimo.

Não há nada que me relaxa mais que um calendário com nada planejado para um dia ou três.

Mas todos esses resultados felizes são secundários para a verdadeira razão ao qual eu me tornei um minimalista alguns anos atrás.

Comecei minimizando por causa de dinheiro.

Especificamente, eu minimizei, a fim de parar de gastar dinheiro e começar a poupar dinheiro.

Oh, e eu fiz tudo isso porque eu estava sem dinheiro.

Leia também: Minimalismo aplicado a finanças pessoais

A fim de compensar a lacuna significativa entre o meu rendimento e os gastos, eu sabia que teria que cortar um monte de coisas. Não não estou falando de embalagem de sanduíche.

Estou falando de mudanças de vida.

Eu descobri, depois de todos estes anos, que possuir menos é contra cultural, o incentivo é essencial, a comunidade é importante, e há verdades importantes sobre o minimalismo. E aui estão algumas verdades sobre minimalismo:

1 – Bens materiais em excesso são um fardo e uma distração

Pare para analisar cada coisa que você tem que arrumar, cada dívida que você tem que pagar, por que comprou algo que não usa.

2 – A nossa sociedade é treinada ao consumo excessivo

Se a publicidade puder fazer alguém passar vergonha, terá um potencial cliente. Todos os lugares que vamos somos instigados a comprar e comprar, vai por mim, existe uma alegria muito grande para quem sabe rejeitar. 😉

3 – A vida é curta para se preocupar com bens materiais

A vida é muito valiosa para desperdiçar perseguindo bens materiais. Apenas esse pensamento me veio à mente, ao ler muito sobre como ser produtivo, fazendo coisas incríveis, e criando algo para nós mesmos.

Quando ouvimos a mensagem simples que há mais alegria em prosseguir com menos do que pode ser encontrado em prosseguir mais, ela soa verdadeira em nossos corações, porque, no fundo, já sabemos que é verdade.

Leia também: Minimalismo: Aprenda a viver com o que é necessário

4 – Não existe maneira certa de ser minimalista

O Minimalismo vai olhar diferente para cada pessoa. A escola minimalista também terá uma aparência diferente, e será diferente nas várias fases do processo.

Todo mundo tem objetivos diferentes e uma ordem diferente de seus passos.

Estou certo de que vou continuar a crescer, acrescentando um novo nível que eu mesmo não estava ciente.

5 – Minimalismo é o caminho, não o objetivo

O foco não deve ser sobre ter sucesso aderindo ao minimalismo, mas sobre o que ele ensina ao longo do caminho, e isso é algo que nós não estamos conscientes.

Se você falhar em um dia, pense por que você falhou. Foi porque você sentiu algo faltando em sua vida, ou foi apenas um momento de fraqueza?

6 – Minimalismo não é sobre frugalidade, e não deve ser tratado como tal

Isso tem a ver com o meu ponto de como o minimalismo não deve ser o objetivo, mas a ferramenta.

Eu o encontrei e resolvi me embrulhar na ideia de não gastar dinheiro atoa e ter uma vida simples e focada em experiências.

Portanto, agora é a sua vez: Por que você está buscando uma filosofia simples para a vida?

Aprenda a gerir sua finanças com Minimalismo Financeiro

Ebook: Potencial de uma vida minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Ebook

Te enviaremos um e-mail de confirmação.