A meditação não é gratificação instantânea

A meditação não é gratificação instantânea

Eu gosto de meditar e muito, fiz da meditação uma rotina em minha vida, e acredito que você também pode se beneficiar muito dessa prática.

Gosto de dizer que a meditação “lava a mente” e ajuda a amenizar o sofrimento e dor, porque te torna mais consciente do presente e do seu ser interior.

Meditação é algo que você pode ter, que você pode ser, mas por sua própria natureza não é possível dizer o que é.

Independente se você é cristão, budista, seguidor do islã, ateu, etc. Acredito que a meditação está acima de qualquer tipo de religião, é uma forma de entrar em sintonia com o seu próprio eu.

Meu objetivo não é dizer que a meditação é uma solução para todos os problemas, mas sim dar uma direção para os nossos leitores e amigos que quiserem inserir essa prática em suas vidas.

1. A meditação não é gratificação instantânea.

Praticar uma sessão de meditação pode elevar seu humor e aliviar a sua mente.  Porém, se você não remover o lixo da sua mente, os efeitos serão temporários.

É quando você medita passo a passo que a causa raiz da mente desaparecerá.

Sua sessão de meditação precisa focar na raiz da mente, com isso o problema/causa desaparecerá.

Com isso, você será capaz de viver com uma mente verdadeira, que é o propósito fundamental da própria meditação.

2. Meditação é esforço e paciência.

A vida que você viveu até agora é incomparavelmente mais longa do que a duração que você reflete durante a meditação.

Isso significa que, ao olhar para a sua vida, muitas vezes exigirá muita paciência e esforço.

Os efeitos da meditação estão diretamente relacionados com quanto tempo e paixão você investe fazendo isso.

3. Não siga essa pessoa, siga o método.

Quando você está resolvendo uma questão difícil de matemática, não é a ajuda dos outros que lhe permite resolver o problema, é a fórmula.

O método de meditação pode ser uma fórmula simples, mas os efeitos e mudanças que as pessoas sofrem são diferentes para todos.

O processo de meditação que sofro é exclusivo para mim, então não se compare com outra pessoa.

4. Seja sincero com você mesmo.

Há pessoas que não conseguem ser honestas consigo mesmas quando meditam.  Seja sincero com seu estado atual e o processo de mudança ocorrerá.

Se você está tendo dificuldade em se conhecer, pode ser útil consultar uma pessoa com mais experiência.

Quando você expressa honestamente o que sente em sua mente, é mais fácil meditar e você poderá encontrar e esvaziar mais mentes.

O minimalismo cria tempo e espaço para meditação. E, em seguida, a meditação, por sua vez, ajuda a nos mover para uma mentalidade que abraça e encoraja o minimalismo.

Obtenha o E-book: Potencial de uma vida Minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Obrigado por se inscrever. Te enviamos um e-mail para baixar o e-book.

Algo deu errado.

Aproveite mais conteúdo

Bruno de Souza

Meu objetivo é te ajudar a viver mais com menos. Malabarista por diversão e violinista aprendiz.