casa minimalista compressor

Em: Minimalismo

12 passos para criar uma casa minimalista

Eu não me considero um minimalista radical, mas nos últimos anos a simplificação e o minimalismo me ensinaram a deixar ir muitas coisas e apreciar o que realmente amo e uso regularmente.

Eu estou percebendo, cada vez mais, quão pouco é o suficiente para viver. Isto diz respeito tanto a comida, quanto as coisas que possuo.

Eu estou aprendendo mais e mais a dar importância para as pessoas, relacionamentos e experiências, e muito menos para as coisas.

Na internet eu li vários posts e os salvei para que possa retomar no momento apropriado.

Quero compartilhar assim este post com 12 passos para obter uma casa minimalista. Este artigo foi feito com base neste artigo do hipdiggs e adicionado algumas opiniões pessoais.

Esclarecer o que é importante, deixar de lado tudo o que não é.

1 – Espaço de Estudo: Eu amo a casa vazia (ou quase). É cheia de espaço e luz. Por isso, é importante verificar o espaço disponível e adicionar apenas o que você precisa para evitar a criação de um sentimento de exclusão.

2 – Escolha bem as cores: Uma casa sombria não transmite uma sensação agradável. Considere talvez pintar algumas salas, use cores claras, como tons de branco.

3 – Considere o essencial: Quais móveis você realmente precisa? Tente começar com o essencial. Para que ter 6 cadeiras na cozinha, se você pode ter 4 ou 2? Quando possível mova o excesso de mobiliário.

4 – As coisas não parecem muito grandes: Se você não tem muito espaço, olhe para os móveis do tamanho certo, mas mesmo se você tem um monte de espaço, não precisa ter tudo grande. O pequeno ajuda a criar mais espaço, ao ser funcional.

5 – Limite as coleções: Eu amo livros, mas eu aprendi a deixar ir um pouco. Sabendo que eu posso encontrar o que preciso em um curto espaço de tempo. Sinto me livre para deixar ir.

6 – Decore de uma forma simples: Muitas bugigangas criam confusão visual. Mantenha apenas o essencial, tudo é muito mais ordenado e fácil de limpar.

7 – Paredes em Branco: Uma casa que tem paredes cheias de pinturas e fotos de família parece sobrecarregada e não transmite serenidade.

Mantenha apenas o mínimo, e você pode talvez mudar frequentemente o que você compartilha com os outros. Pessoalmente, eu estava pensando em uma moldura digital.

8 – Caminho livre: Certifique-se de que você tem como se locomover facilmente e deixe espaço para caminhar. Isso já dá uma grande sensação de liberdade.

9 – Mantenha as coisas fora da vista: Eu tenho um armário na sala de estar, que ocupa pouco espaço e me permite manter o que eu uso. É extremamente prático, e eu posso corrigir rapidamente o que está fora do lugar.

10 – Compre menos: Uma das razões pelas quais somos invadidos pela desordem é que nós compramos muitas coisas que não nos servem. Quando entramos em uma nova casa desejamos preencher imediatamente o espaço.

11 – Doe mais: Aprenda a dar o que você não usa mais. Pense no que você realmente precisa e dê aos outros.

12 – Arrume a bagunça: A desordem se acumula. Quando você chega em casa não suporta deixar as coisas fora do lugar. Arrumar uma vez, é muito mais fácil. Ou à noite, fazer uma volta rápida. Sua casa vai estar livre e arrumada e muito mais fácil de gerir.

Se podemos aplicar estas etapas, vamos notar uma grande diferença. Neste fim de semana, eu tive alguns convidados e eles me perguntaram se eu tinha alguma pessoa para limpar, uma vez que tudo está no lugar e arrumado.

Eu posso dizer que o primeiro segredo é simplificar e eliminar o desnecessário. Você vai respirar uma atmosfera diferente na casa, mais serena para nós e para amigos. Faça o teste!

Aprenda a gerir sua finanças com Minimalismo Financeiro

Ebook: Potencial de uma vida minimalista

Com sugestões práticas e encorajamento para personalizar seu próprio estilo minimalista, minimizar as posses é a melhor maneira de maximizar a vida.

Ebook

Te enviaremos um e-mail de confirmação.